Alguma dúvida?    (85) 3242-4107 / (85) 99158-3939 whatsapp       Email: contato@urologiaceara.com.br
UROLOGIA CEARÁ, urologia ceara, urologiaceara, urologiaceara.com.br PÁGINA INICIAL

Ejaculação Precoce
 
 
 
A ejaculação precoce é um problema que afeta a saúde sexual do casal. Nesse problema, algumas vezes, antes de completado um minuto da penetração, o homem já tem checado ao orgasmo e ejaculado, frustando a parceira e também a si mesmo.
 
Hoje, com o advento de algumas medicações, esse problema tem sido bem controlado. Geralmente, a ejaculação precoce tem sido associada a ansiedade. Com o tempo, com a frustração constante, alguns homens passam a desenvolver associado algum grau de disfunção erétil.
 
Além do tratamento medicamentoso, existem algumas técnicas que fazem com que o homem demore mais tempo até chegar a ejaculação. O médico urologista pode também lançar mão da psicoterapia, uma vez que o problema de ansiedade está bastante associados a esse quadro.
 
Aqui abaixo algumas perguntas frequentes.
 
A definição mais utilizada é a do Manual Estatístico e de Diagnóstico dos Distúrbios Mentais. Assim, os critérios para o diagnóstico de ejaculação precoces são: 1) ejaculação persistente ou recorrente com um mínimo de estimulo sexual anterior, ou rapidamente após a penetração e antes que a pessoa deseje; 2) causa aflição notável ou dificuldades interpessoais; e 3) não é exclusivamente causada devido a efeitos directos de uma substância.
 
Sim. Há relato de melhora dos sintomas da ejaculação precoce com algumas práticas. Entre elas, o estímulo sexual manual do pênis, até o limiar próximo de ser atingido o orgasmo, cessando-se o estímulo, reiniciando o estímulo quando o órgão sexual encontra-se próximo próximo a fase detumescência. Além disso, o ato sexual na qual o paciente fica sobre o corpo da parceira costuma trazer coito mais rápido que quando a parceira fica posicionada sobre o paciente.
 
Algumas medicações spray tem bom efeito em retardar a ejaculação. Algumas delas apresentam como componentes, os anestésicos lidocaína e prilocaína. Essas medicações, apesar de aumentar o tempo, reduzem a sensibilidade da glande peniana, reduzindo assim o prazer. Além disso, essas medicações spray não tratam a causa principal da ejaculação precoce: a ansiedade. Assim, muitos pacientes, com o tempo, por conta da sensação de anestesia do pênis, acham a relação sexual menos prazerosa e abandonam o tratamento.
 
Sim. Muitos pacientes se beneficiam desta modalidade terapêutica.  Além de ajudar a resolver a causa do problema, ele envolve a participação da companheira, o que repercute na melhora do relacionamento. É importante o paciente compreender que o orgasmo simultâneo não é comum entre os casais.
 
Sim. Algumas medicações do grupo dos Inibidores da Recaptação de Serotonina têm efeito de ampliar o tempo para ejaculação. Essas medicações também melhoram os sintomas da ansiedade. Algumas vezes o urologista precisa reajustar as doses dessas  medicações até conseguir um tempo ideal durante a relação para satisfação sexual do casal. Apesar de muitos pacientes terem algum preconceito por tais medicações serem de uso do bulário especial, normalmente, após melhorarem substancialmente, acabam por perder tal preconceito. Entretanto, é preciso se fazer uma boa avaliação sobre efeitos colaterais como ganho de peso por exemplo, dentre outros. 
 
 
O médico urologista é o profissional que se prepara por pelo menos 11 anos, dedicando-se ao estudo clinico-cirúrgico de patologias do sistema reprodutor masculino para tratar da melhor forma. 
 


DR. RAIMUNDO NETO
Hospital Leonardo da Vinci - UROCENTER
Rua Rocha Lima, 1563, Sala 6
Aldeota - Fortaleza - Ceará



Painel de Administração